O desafio de Mano

Por Danilo Vital

Em seu primeiro jogo contra um time da Série B do Brasileirão, o Corinthians perdeu. Mais do que isso, o alvinegro paulista foi dominado pelo São Caetano em grande parte do jogo, especialmente no primeiro tempo, o que serviu para mostrar que o desafio do técnico Mano Menezes é grande e está longe de ser solucionado.

Isso porque o Corinthians enfrentou uma equipe arrumada taticamente. O time do São Caetano tinha posse de bola e a fazia girar pelos homens do meio de campo, sempre bem posicionados. Enquanto isso o Timão permanecia com a marcação desacertada, perdido entre as bolas lançadas e as viradas de jogo.

A partir do segundo gol do Azulão, que o meia Acosta fez contra a própria meta, o alvinegro se perdeu mesmo em campo. No segundo tempo, Mano Menezes colocou Dentinho e Lulinha, o que fez com que o ataque corintiano tivesse mais velocidade, mobilidade, mas dificilmente as bolas chegavam até o Finazzi. O atacante se encontrava, muitas vezes, jogando nas laterais para receber a bola, o que não é sua especialidade.

Sem mencionar o destaque negativo, Perdigão. O jogador, que foi muito bem na marcação, contra o Guarani, neste domingo não acertou nada. Não conseguia dominar, passar, marcar ou cobrir e só contribuia com a irritação da torcida.

No entanto, ao meu ver, a equipe alvinegra mostra potencial. Com um posicionamento correto em campo, o Corinthians pode render muito mais, utilizando da juventude de Lulinha com a experiência de Acosta, por exemplo. E quem sabe assim as bolas possam chegar até o Finazzi. As dificuldades já eram esperadas e agora o técnico Mano tem o Paulistão inteiro para vencer esse desafio.

Anúncios

About this entry