Go Reds!

Por Mariana Carrera

“É incrível pensar que já estou aqui há 21 anos… Eu certamente tenho a chave da porta por um bom tempo!” disse Alex Ferguson, que completou 21 anos no comando de um dos principais times da Europa.“Mas o Old Trafford é um lugar tão agitado e o tempo parece voar”. Em busca de seu décimo Campeonato Inglês, o técnico diz estar muito feliz com o time, e acredita na possibilidade de conquistar a Champions League. Entretanto, não são só os motivos pelos quais o treinador permanece a tanto tempo no time que surpreendem, mas sim a ótima temporada que o time está vivendo nos campeonatos disputados.

O que mais chama atenção no time montado por Ferguson é a dupla Tevez e Rooney no ataque. Em matéria publicada no site do Manchester, Alex Ferguson diz estar muito contente com a atuação do argentino no time e que todos os meses de negociação com West Ham valeram à pena. A ótima atuação do ex-corintiano junto com Wayne Rooney, apesar dos dois terem um estilo de jogo parecido, tem alegrado o técnico, que admite que a convivência em campo entre os jogadores tem sido um fator a favor do time. “Todas as evidências sugerem que eles podem formar uma bela dupla” afirmou o treinador. Tevez em treze jogos do Campeonato Inglês marcou quatro gols. Já Rooney das sete partidas que atuou marcou, também, quatro gols. Apesar de não entrarem na lista de artilheiros do campeonato, a dupla assusta qualquer adversário com sua agilidade e raça.

Tudo isso, porém, não é suficiente para garantir a primeira colocação no Campeonato Inglês, que tem o Arsenal com 33 pontos no topo da tabela. No confronto direto entre Manchester e Arsenal, o time de Ferguson perdeu a chance de ultrapassar o rival, que ainda tem a vantagem de um jogo a menos. Nada disso abalou a confiança do treinador no time. “Eu acho que temos um time melhor que o Arsenal tem agora. Eles têm um time jovem e no futuro terão uma ótima equipe – não tenho dúvidas – mas nós fomos para lá quando eles estavam no topo e eles mal conseguiram chutar a gol. Isso foi muito positivo para nós.” Desde o dia 9 de novembro o técnico não pode contar com Rooney, que se machucou durante o treino mas o jogador deve voltar ao time na próxima partida da Premier League contra o Fulham, no dia 3 de dezembro.

Na Champions League a postura do Manchester é a mesma, vencer. Ontem o time garantiu a primeira colocação do grupo F com a vitória sobre o Sporting por 2 a 1. Com gols de Tevez e Ronaldo – de falta nos acréscimos – a invencibilidade do time na Champions motiva o time a acreditar no tricampeonato.


About this entry