Compensou?

Por Carla Destro

Deixem as vaias e as críticas de lado. Agora é hora de aplaudir a ótima atuação do Brasil contra o Equador na última quarta-feira no Maracanã. Eles fizeram por merecer, apesar de um fraco primeiro tempo devido à retranca e à forte marcação imposta pelo time equatoriano. Não eram todos que esperavam uma goleada– pelo menos eu não esperava –, principalmente depois de um jogo sem graça e desanimador contra a Colômbia no domingo em Bogotá. Porém, o resultado foi surpreendente e o futebol jogado também

No primeiro tempo o jogo não era dos melhores. Poucas chances de gol para ambos os lados e a apreensão da espera por um gol. Pronto. As vaias começaram cedo, mas logo em seguida o gol saiu em um lindo toque de Robinho para Maicon que cruzou para Wagner Love, livre, abrir o placar . No segundo tempo, o Brasil volta na mesma sonolência em que começara a primeira etapa, e a torcida novamente, até os 26 minutos, volta a vaiar, quando em um chute despretencioso de Kaká, Ronaldinho dá um leve toque matando a reação do goleiro Viteri. Os 2 gols de vantagem no placar era o que a seleção precisava para começar o show.

Com mais nada a perder, a equipe equatoriana se lançou ao ataque deixando espaços mortais para os craques da amarelinha, que não desperdiçaram as oportunidades. Aos 31 minutos, Káká acertou um lindo chute no ângulo. Três a zero. Para muitos já era o suficiente, o show já teria acabado, mas não! A melhor parte estaria por vir. Robinho recebe a bola na ponta esquerda do gramado, dando um fantástico drible no zagueiro De La Cruz – que por sinal, foi muito paciente e não fez a falta no brasileiro. O “rei das pedaladas”, denominou a obra como “vai pra lá que eu vou pra cá” e foi isso mesmo: o zagueirão equatoriano perdeu o rumo. Na seqüência da jogada, Robinho cruzou e Elano concluiu marcando o quarto gol. Mais tarde, com a ajuda do goleiro adversário, Kaká, em um chute fraco, faz o quinto, fechando a goleada.

Depois de sete anos de saudade e muita expectativa da torcida brasileira, a seleção apresentou um ótimo futebol no Maracanã, rebatendo as críticas feitas no jogo passado. Acredito que o Dunga esteja fazendo um bom trabalho, formando uma base para a Copa de 2010. É lógico que algumas peças presentes nesse elenco não são as mais ideais para a disputa de uma Copa do Mundo, ainda mais no nível em que se encontram hoje as outras seleções, mas são as melhores disponíveis no momento, e como as Eliminatórias são longas, espero que até o final dela, Dunga já tenha achado os jogadores ideais para vestir e carregar o peso da amarelinha.

Foto

Foto: http://www.globoesporte.com


About this entry