O Cara!

Todos aqui conversam, escrevem, opinam ou criticam sobre ele. É o assunto de muitas rodas de amigos e também está presente nos momentos de descontração do país, mas ninguém parou para pensar quem é ele, quais suas origens e muito menos quantos anos tem.

O senhor Futebol tem mais de 2000 anos. Sua mãe é a China Antiga. Em 3000 a.C., os militares chineses praticavam um jogo que na verdade fazia parte do treino militar. Duas equipes com 8 jogadores cada chutavam a cabeça dos soldados inimigos. O objetivo era passa-la de pé em pé sem que caisse e alcançar duas estacas fincadas no chão. Estas estacas eram ligadas por um fio de cera e, com o passar do tempo, as cabeças inimigas foram trocadas por bolas. Já seu pai é o Japão Antigo. Japão e China tiveram 2 dois filhos. O irmão de Futebol era Kemari. Praticado por integrantes da corte japonesa com uma bola feita de fibras de bambu, realizado por duas equipes com também 8 jogadores cada e era realizado em um campo com cerca de 200 metros quadros. Os irmãos eram muito parecidos.

O casamento entre China e Japão ia bem, mas na antiguidade fãs e pesquisadores do Futebol relatam que houveram disputas entre a família chinesa e a família japonesa

Futebol também possuía tias que contribuíram muito para a sua formação: Grécia, Roma e Itália Medieval. Episkiros era filho da Tia Grécia. Ele era dividido em duas equipes de 9 jogadores cada e se praticava em um campo retangular. Porém, Tia Roma dominou Tia Grécia e adotou Episkiros, que se tornou muito mais violento

Tia Itália Medieval teve um filho chamado Gioco Del Calcio. Ele era praticado em praças públicas e o objetivo dos 27 jogadores de cada equipe era levar a bola até os dois postes que ficavam nos dois cantos extremos da praça. Gioco também era muito violento.

A família de futebol era um pouco desorganizada e ele teve outros primos de natureza desconhecida. Os gêmeos Soule e Harpastum são um exemplo disso. Eles nasceram na Idade Média e, como o resto da família, também eram violentos e permitiam socos, pontapés, rasteiras e outros golpes. Militares se dividiam em duas equipes: atacantes e defensores. Cada equipe era formada por 27 jogadores, onde grupos tinham funções diferentes no time: corredores, dianteiros, sacadores e guarda-redes.

Gioco Del Cálcio saiu da Itália e foi para a Inglaterra. Lá, antes de sua morte, ajudou o primo Futebol a se estabelecer. Futebol criou algumas regras para a sua vida e se tornou organizado e sistematizado. Chegou aos 120 metros de largura por 180 de altura e passou a usar dois arcos, um na cabeça e outro no pé, e os apelidou de gol. Seu acessório preferido, a bola, passaria a ser de couro e enchida com ar. Aos poucos foi se estabelecendo e ganhando amigos da nobreza inglesa.

Em 1848, Futebol escreveu um livro com suas características e regras. Como toda pessoa que se preze, Futebol mudou e em 1871 criou a figura do guarda-redes (goleiro) que seria o único que poderia colocar as mãos na bola e deveria ficar próximo ao gol para evitar a entrada dela. Em 1875, estabeleceu a regra do tempo de 90 minutos e foi em 1885 que ele se profissionalizou. Outras grandes mudanças na sua vida ocorreram. Em 1891 criou a regra do pênalti, para punir a falta dentro da área e em 1907 a regra do impedimento.

No ano de 1894, seu amigo Charles Miller levou Futebol para uma visitinha ao Brasil. Trouxe na bagagem o seu acessório predileto, a bola, e o seu livro de regras. Ele também conquistou muitas pessoas por aqui. O início foi meio conturbado, só pessoas da elite podiam jogá-lo, sendo vedada à participação de negros e mulheres

Futebol comemora seus aniversários de 4 em 4 anos desde 1930. Chamada de Copa do Mundo, a festa é temática e acontece em cada edição em um lugar diferente do mundo. Até 1991 a participação das mulheres ainda era vetada, mas a partir deste ano elas passaram a ter um evento só delas: Copa do Mundo Feminina.

Casou com o Voleibol, Areia e Salão. Tem muitos filhos e, com certeza, os melhores deles no Brasil. Entretanto, como exímio turista, Futebol visita todos os países do globo. Afinal o Futebol é como o sol: universal e nascido para todos.

Por Fernanda Amalfi


About this entry