Rumo ao Título

Alguém ainda duvida que o São Paulo será o campeão brasileiro no ano de 2007? Estou certo que ainda existam cruzeirenses e vascaínos que acreditam no título, porém, deixando a paixão desses torcedores de lado, está cada vez mais improvável que o tricolor paulista perca esse campeonato.

Ontem, sábado, às 18h10, jogo no Morumbi. São Paulo contra Paraná, líder contra o décimo quarto colocado. A partida ainda era a da promoção da multinacional, na qual o torcedor troca pacotes de bolacha por ingressos. Ou seja, casa lotada (36.496 pagantes). Qual era a previsão óbvia? Goleada. Jogo para aumentar o saldo de gols. E não deu outra. 6 a 0. 3 vira, 6 acaba. Aloísio – com um golaço -, Dagoberto e Souza abriram o placar no primeiro tempo. Dagoberto e Aloísio, de novo, ampliam a contagem na segunda etapa. Leandro fecha o marcador. Uma vitória mais do que justa para um time, que mesmo estando em vantagem, sempre buscou o ataque.

Ao Paraná, que veio a capital paulista com intuito de conseguir um empate com o líder, o duelo coube apenas para mostrar que o técnico Lori Sandri vai ter trabalho para arrumar essa equipe, principalmente a defesa.

Agora, o time de Muricy Ramalho já soma 50 pontos na competição, 11 a frente do segundo colocado (Cruzeiro), 12 a frente do terceiro (Vasco). Vale lembrar que os dois times que estão na rabeira do tricolor têm dois jogos a menos. Nesse domingo, o Cruzeiro encara o bom time do Palmeiras no Mineirão. Os celestes levam certa vantagem, pois jogam em casa e também porque possuem um time melhor que o alviverde. Mas nunca é demais lembrar que o verdão tem jogado muito bem fora de casa, possuindo a segunda melhor campanha fora de seus domínios.

Já os cruzmaltinos têm um clássico pela frente. Encaram o Fluminense no Maraca. Tudo indica que será uma partida com muitos gols, já que os dois times vêm de goleada na última rodada. Aposto ligeiramente no Vasco, que está com uma campanha melhor que a do rival. Mas não me surpreenderei se o tricolor carioca sair com a vitória. Afinal, clássico é clássico e vice-versa.

Os jogos que ainda faltarão para Cruzeiro e Vasco são contra o mesmo adversário, o Flamengo. As partidas que, por incrível que pareça, são ainda do primeiro turno, e foram adiadas devido aos jogos panamericanos, já que o mando era do rubro-negro e o clube usa o Maracanã como sua casa para suas partidas.

Na próxima rodada o São Paulo encara o Atlético Mineiro fora de casa. Será uma parada dura para os tricolores. Mas tenho fé que os paulistas vão voltar para casa com a vitória.

Acho ainda que o São Paulo, se manter o mesmo ritmo que vem mostrando até agora, terá que ganhar apenas três jogos-chave para levantar o caneco e se sagrar pentacampeão brasileiro. As “partidas chave” serão contra o Cruzeiro e Vasco, por razões óbvias, e o clássico contra o Santos, time que ainda vai chegar muito longe.

Dois desses duelos serão no Morumbi, contra Cruzeiro e Santos, e o jogo contra o Vasco será fora de casa, em São Januário.

Outro fato curioso do favoritíssimo ao título, é o pequeno número de gols sofridos. São 23 partidas levando apenas 7 gols. É a defesa que menos tomou gols. O melhor, já são sete jogos sem levar gols. O último que Rogério Ceni tomou faz muito tempo, mais de um mês. Foi no dia 2 de agosto, uma quinta-feira, quando sofreu um gol do Juventude. A equipe que tem a segunda melhor marca é o Fluminense, com 21 gols sofridos. “Apenas” 14 gols a mais. Não é a toa que o tricolor é o líder absoluto do nacional.

por Rodolfo II


About this entry